Show de talentos Etec Best

                                                                                     1° bimestre de 2014  1°ano A

Hoje no dia  31/o3/2014 tivemos em nossa escola o tão aguardado show de talentos.  As apresentações foram feitas apenas pelo 1° ano A do ensino médio. 

 

apresentação 1 

Imagem

 

 

solo de teclado feito pela aluna Bruna. Ela aprendeu a tocar teclado na igreja e , desde então, faz aulas lá há dois anos. As musicas escolhidas por ela foram “Asa Branca” do Luiz Gonzaga e “A Thousand Years da Christina Perri.

Imagem

As musicas foram escolhidas por dois motivos: além de serem conhecidas por todos, eram fáceis de aprender, pois quase não se acha partituras para teclado pela internet.

 

apresentação 2

Imagem

Apresentação solo de Ballet contemporâneo, pela aluna Nicole. Ela começou a fazendo  aula de jazz por incentivo de sua vizinha. ImagemApós sua professora de jazz parar de dar aula, ela decidiu então migrar para o Ballet e se apaixonou pelo Ballet contemporâneo. Nicole faz aulas de dança a 11 anos

 

Apresentação 3 

ImagemImagem

teatro terrorista, pelos alunos Matheus, Rubens, Samuel, caio, Gabriel e Igor. O tema da peça foi escolhido a partir de uma pesquisa feita pelo grupo. “Sempre se ouve falar no ’11 de setembro'”.

Imagem

Eles queriam também fazer algo engraçado, para chamar atenção da escola. Então, encontraram o roteiro na internet e decidiram encená-lo.

 

Apresentação 4 

Imagem

 Apresentação solo de kung fu pelo aluno Murilo. O Kung Fu é uma arte marcial japonesa, e ele escolheu fazer essa apresentação para a escola pois é um modo de mostrar culturas diferentes.

Imagem

Além disso, o Murilo já praticou Kung Fu há dois anos atrás, no Centro Esportivo de Jundiaí.

 

Apresentação 5

Imagem

 

Cup’s song, pelos alunos Aline, Sabrina, Matheus, Luana, Stefane, Matheus, Juan e Aline. A escolha de apresentar este numero surgiu quando um os integrantes do grupo, assistiu uma apresentação da musica ‘I’ts time” do Imagine Dragons feita com copos.Imagem

A partir da dai, buscaram saber mais sobre esse estilo e encontraram a musica que originou tudo: ” Cup Song” da Anna Kendrick e decidiram tentar fazer igual ao clipe.

 

Apresentação 6

Imagem

Dança k-pop, pelas meninas Debora, Gabriela, Abel, Kamila e Vanessa. Para quem não sabe, oTermo K-Pop (Korean Pop) é o significado, em inglês, para as músicas que vêm da Coreia do Sul.

Imagem

Uma das integrantes do grupo levou a ideia até eles e todos gostaram.

 

Apresentação 7

Imagem

O grupo composto por Lucas, Natasha, Gabriel, Ana carolina, Ana Leticia e Gabriela , dançou “Stay the Night” do Zedd ft. Hayley Williams.

Imagem

A musica foi escolhida por todos, por ser uma musica mais atual. A coreografia foi montada a partir dos própios integrantes, que foram juntando passos conhecidos por todos.

 

 

 

 

Lucas Anesio N°26   3°B

Anúncios

Feira de Artesanatos do Mundo em Jundiaí

Um grupo de aproximadamente 50 artesãos do Programa “Jundiaí Feito à Mão”, da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Turismo, participa da Feira Artesanatos do Mundo, que começa nesta sexta-feira (28), no Parque da Uva. O evento, organizado pela MPS Feiras e Eventos, conta com apoio da Prefeitura de Jundiaí.

artesanatoG

Ao todo, a feira internacional contará com mais de 110 expositores. Além dos artesãos locais, o público poderá conferir produtos artesanais de várias partes do mundo, como Indonésia, Índia, Espanha, Paquistão, Turquia, Itália, Equador, Peru, Grécia, Tunísia, Senegal, Gana, entre outros.

“Esta é mais uma oportunidade para os artesãos que fazem parte do ‘Jundiaí Feito à Mão’ expor e vender seus produtos”, destaca a diretora de Turismo, Marcela Moro. Segundo ela, um dos diferenciais é que este evento é exclusivo para o artesanato.

artesanato_mundog

A Feira Artesanatos do Mundo é um evento itinerante, realizado durante o ano inteiro em várias cidades do País. Um dos destaques são as peças exóticas e coloridas, principalmente dos países asiáticos e africanos.

A atração começou na sexta (28) e vai até o próximo domingo, dia 6 de abril. De segunda a sexta-feira, o horário de funcionamento é das 14h às 22h. Aos sábados, das 12h às 22h, e aos domingos, das 12h às 20h.

Fonte: http://www2.jundiai.sp.gov.br/2014/03/jundiai-feito-a-mao-participa-da-feira-artesanatos-do-mundo/

Comentário da “dona” do post: Quem puder comparecer no evento, nem que seja só para dar uma (babada) olhada nos artesanatos, vá. Porque está a coisa mais linda.

 

Isabel Cuba, nº15, 3ºA – G1

Após ameaça, movimento contra estupro marca protesto coletivo online.

Imagem

As participantes do grupo Eu não mereço ser estuprada vão fazer a partir das 20h deste domingo (30) um protesto coletivo e virtual. Elas convidam os internautas a postar junto com elas fotos sem blusa e com mensagens de protesto. O movimento #EuNaoMereçoSerEstuprada (e suas variáveis #EuNaoMerecoSerEstuprada e #EuSouMinha) começou nas redes sociais, como FacebookInstagramTwitter eTumblr, após a pesquisa do Ipea (Instituto Econômico de Pesquisa Aplicada, do governo federal) indicar que 65% dos entrevistados acreditam que mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas.

A comunidade, formada assim que foi divulgado o resultado da pesquisa, na última quinta-feira (27), já tinha 35,7 mil inscritos na manhã deste domingo.

Uma das incentivadoras do movimento online, Nana Queiroz publicou ontem em sua página pessoal no Facebook que foi ameaçada após a iniciativa.

“Amanheci de uma noite conturbada. Acreditei na pesquisa do Ipea e experimentei na pele sua fúria. Homens me escreveram ameaçando me estuprar se me encontrassem na rua, mulheres escreveram desejando que eu fosse estuprada”, dizia o post.

No grupo, ela postou orientações aos participantes de como denunciar aqueles que têm feito comentários agressivos e que podem ser entendidos como incitadores do estupro e da violência, o que é considerado crime.

Vários internautas estão ironizando o conteúdo divulgado pelas participantes, associando feministas a mulheres indesejadas, afirmando que mulheres deveriam andar armadas para não serem violentadas e lançando provocações, como “ninguém é estuprada em casa lavando a louça” e “o feminismo acaba quando chega a conta do restaurante”.

Se, por um lado, muitos homens estão à vontade para ridicularizar a proposta de combate ao estupro, de outro, algumas mulheres sentem-se motivadas a compartilhar que já foram vítimas. Uma delas postou uma foto com os dizeres “não mereci na minha infância, na adolescência… e muito menos na minha vida adulta”.

 

Análise: O abuso sexual é um agravante que acorre em nível mundial, então, mais do que manifestar contra, é preciso acatar algumas precauções, pois, pode ocorrer com qualquer uma, qualquer local, e vindo de qualquer um. Se precaver totalmente contra o estupro é impossível, contudo, diminuir as chances disso acontecer é viável e preciso.

Referencia Bibliográfica: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/03/30/movimento-contra-estupro-convoca-participantes-a-protestar-online-hoje.htm#fotoNav=41

Nome: Wendy Bugueño

Nº 40          Série: 3º Ano A

 

ONG alerta para explosão da exploração sexual em sedes de Copa

 

Crianças fora da escola, intenso fluxo de turistas pelo país e fatores socioeconômicos ampliam riscos de aumento da exploração de crianças e mulheres durante o mundial de futebol no Brasil

Campanha da Anistia Internacional contra prostituição infantil

No dia 12 de junho de 2014, os olhos de milhões de pessoas pelo mundo estarão voltados para a abertura da Copa do Mundo no Brasil, no estádio do Itaquerão, na Zona Leste de São Paulo. Durante um mês, as principais cidades do país viverão uma efervescente e atípica rotina, movimentada pela presença de até um milhão de turistas estrangeiros e do deslocamento de três milhões de brasileiros para acompanhar os jogos do mundial de futebol. Enquanto a administração pública corre contra o relógio para tentar reverter a própria incapacidade de entregar as obras de infraestrutura a tempo, são outros números que despertam a atenção da ONG sueca ChildHood, especializada em proteção à infância.

A instituição elaborou um estudo sobre o aumento de casos de exploração sexual de mulheres e crianças em sedes de grandes eventos esportivos nos últimos anos. O documento foi entregue à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em fevereiro. Segundo a Brunel University de Londres e outras pesquisas associadas, na Copa da África do Sul, em 2010, foram registrados 40.000 casos de exploração infantil (aumento de 63%) e 73.000 ocorrências de abusos contra mulheres (83% a mais) nos dois meses entre a chegada das delegações, os jogos e o término do evento. Quatro anos antes, no Mundial da desenvolvida Alemanha, foram contabilizados 20.000 casos contra crianças (aumento de 28%) e 51.000 contra mulheres (49% a mais). Nas Olimpíadas da Grécia, em 2012, foram 33.000 casos contra crianças (87% a mais) e 80.000 casos contra mulheres (78% de acréscimo). Se tomados a dimensão territorial e os fatores socioeconômicos, tudo indica que o retrato não deverá ser diferente no Brasil.

Dados da Secretaria de Direitos Humanos mostram que, no ano passado, foram registrados 33.000 casos de exploração sexual de crianças e adolescentes por meio do disque-denúncia. A cidade de Fortaleza, que ostenta a vergonhosa reputação de capital brasileira do turismo sexual, contabilizou 1.246 em 2013. O perfil das vítimas: meninas com idade entre 8 e 14 anos. Em junho, a cidade abrigará um dos jogos da seleção brasileira, contra o México, na primeira fase da Copa. A expectativa do Ministério do Turismo é que 60.000 turistas desembarquem na capital cearense.

O alerta pela proteção de crianças e adolescentes na Copa também foi feito pela Organização das Nações Unidas (ONU). “São grandes os riscos de meninas e meninos acabarem seduzidos, manipulados por dinheiro ou promessas risonhas. Ter crianças na rua, fora da escola e desocupadas quando o país vai ser visitado por milhões de pessoas, entre as quais pessoas que podem se aproveitar da situação, é um risco”, afirmou a portuguesa Marta Santos Pais, responsável pela área de violência contra crianças da ONU, durante o último Fórum Internacional de Direitos Humanos, realizado no Brasil.

Sem aulas – Em junho e julho, crianças e adolescentes terão as aulas suspensas por recomendação da Fifa. A medida foi determinada pelo Ministério da Educação (MEC) para tentar reduzir o trânsito nas ruas. O MEC autorizou a mudança no calendário escolar e deixou a critério dos governos locais a decisão de manter ou não as escolas abertas durante o mês de julho.

“Esse fator é um dos mais preocupantes, porque a escola é um espaço de proteção da criança. Se ela fechar, essa criança ficará mais exposta durante o evento”, diz Ana Maria Drummond, diretora da ChildHood. “Grandes eventos esportivos agravam a vulnerabilidade: as crianças não estarão na escola e ninguém cuidará delas. Além disso, tem o álcool, as drogas e os ‘amigos’ que dizendo que o sexo com um estrangeiro pode transformar suas vidas.”

O perigo para as crianças não se restringe ao turismo: a ONG descobriu casos de exploração sexual pelos operários que passam quase um ano nos canteiros de obras da Copa e da Olímpíada do Rio de Janeiro, em 2016.

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/ong-alerta-para-explosao-da-exploracao-sexual-em-sedes-de-copa

Gabriela Paogtto Lopes, 13 3°B -G5

Primeiro site oficial do Renato Russo será lançado hoje, dia 27/03

Imagem

Um site oficial dedicado à obra do cantor Renato Russo será lançado nesta quinta-feira (27), data em que o ídolo nacional completaria 54 anos de idade. O endereço eletrônico (www.renatorusso.com.br) reúne a discografia completa da banda Legião Urbana, informações sobre livros, filmes e peças teatrais baseados na vida e obra de Renato Russo, além de todo o material produzido em sua carreira solo.

“Um amplo trabalho de pesquisa foi realizado para que toda a informação publicada no novo site fosse confiável, atendendo a um grande anseio dos fãs”, explica ao Virgula Música Giuliano Manfredini, filho de Renato e administrador da Legião Urbana Produções Artísticas, responsável pelo projeto.

“Eu sempre senti que a obra estava espalhada. Havia em mim, diante disso, um sentimento de disciplina e uma necessidade de organização desse conteúdo. Foi isso o que me motivou a criar um portal interativo, além, é claro, da importância que a internet assume a cada dia mais como plataforma informativa e democrática”, conta.

Nos últimos meses, Giuliano visitou os principais fã-clubes de Renato Russo e da Legião Urbana e ouviu sugestões para o site e para novos projetos que pretende desenvolver para atender as expectativas dos fãs: “Este site é o início de uma série de iniciativas em prol da memória do meu pai. E a participação dos fãs é fundamental nesse processo”.

O diferencial do projeto, segundo Giuliano, é uma área desenvolvida para os fãs de Renato. Os usuários poderão interagir com o site de forma colaborativa, tendo seus conteúdos publicados na homepage. O espaço também permite que os fãs carreguem arquivos como fotos e mensagens.

Para mais informações, bem como uma entrevista com Giuliano Manfredini em : http://virgula.uol.com.br/musica/rock/uma-maneira-de-estar-perto-do-meu-pai-diz-filho-de-Renato-Russo-sobre-primeiro-site-oficial-do-cantor#

 

Giovana Ronqui, 14, 3ºB. G-5.

Eleição

Bom dia, boa tarde ou boa noite!

Vocês já devem ter observado no pátio da escola cartazes informando a chapa vencedora para ingresso no Grêmio Estudantil da Escola Técnica Benedito Storani de acordo com a votação ocorrida nessa segunda-feira (24), mas que infelizmente não contou com a participação de todos os alunos da escola.

Para quem ainda não teve a oportunidade de conferir o resultado da apuração, está sabendo agora que a chapa eleita foi a Ágora, com cerca de 54% dos votos.

Imagem

Se alguém também, por algum motivo, não esteve presente na apresentação das chapas nos seu processo de campanhas, segue abaixo o nome de cada integrante e o cargo que cada um exerce:

  • Presidente: Gustavo Carrion – 2º B
  • Vice-Presidente: Thaís Fernanda – 2º I
  • 1º Secretário: Letícia Carrion – 2º A
  • 2º Secretário: João Oliveira – 3º B
  • 1º Tesoureiro: Gustavo Gattamorta – 3º B
  • 2º Tesoureiro: Eduarda Rodrigues – 2º I
  • Orador: Natália Ribeiro – 3º A
  • Diretor Social: Isabel Cuba – 3º A
  • Diretor de Imprensa: Igor Visnardi – 3º B
  • Diretor de Esportes: Rafael Ienne – 3º B
  • Diretor Cultural: Giovana Baptistella – 3º A
  • 1º Suplente: Raquel Cuba – 3º I
  • 2º Suplente: Matheus Prado – 1º A

Imagem

Imagem

Artista cria “museu aquático” com esculturas no fundo do mar

Esculturas no mar

O artista Jason deCaires Taylor criou um enorme museu subaquático usando 450 esculturas em tamanho real, que foram colocadas no fundo do oceano em águas próximas a balneários mexicanos.

As esculturas foram feitas com um cimento especial que permite o crescimento de recifes de corais ao seu redor. Ao longo do tempo, as obras de arte atraíram corais, algas e peixes, evoluindo para virar um recife vivo.

Ocupando uma área de 420 metros quadrados, as esculturas têm um peso total de 200 toneladas.

Iris Amelia França Coutinho N°: 19 3°B G5