25 de maio: Dia da Toalha

Don't Panic
Hã??

É isso mesmo, leitor, hoje é comemorado o Dia da Toalha. A data foi criada para homenagear Douglas Noel Adams (ou DNA), autor da trilogia de cinco livros “O Guia do Mochileiro das Galáxias”.  Em sua série, Adams deu destaque especial a toalha ao descrevê-la como um item indispensável para todo e qualquer mochileiro interestelar. Daí utilizar a toalha como forma de homenagem.

Na verdade, Douglas Adams não morreu neste dia. Ele faleceu no dia 11 de maio de 2001, e seus fãs queriam encontrar uma forma de homenageá-lo. No dia 25 de maio de 2001 foi realizada a primeira homenagem. Foi cogitada a possibilidade de alteração para 42 dias após sua morte, devido a outro detalhe da série, que diz que a resposta para a Vida, o Universo e Tudo o Mais é 42. Porém, como podemos ver, essa data nunca foi alterada.

Esse dia também é conhecido como o Dia do Orgulho Nerd, pois é também importante para os fãs de Star Wars, outro universo de culto nerd. Criado por George Lucas, despontou nos cinemas na mesma data, em 1977, com a estreia do Episódio VI de Star Wars: Uma Nova Esperança.

Uma série de eventos por todo o mundo e galáxias aconteceram hoje, em comemoração a essa data, então, se você viu um grupo de pessoas com toalhas pela rua e não entendeu nada, agora já sabe do que se trata, e pode, talvez, comemorar conosco no ano que vem esse dia tão especial.

Inspirado no post de Iniciativa Nerd

Juliana Veroneze, nº 17 – 3º A – G3

Anúncios

Bebê é salvo por impressora 3D

Que as impressoras 3D, que parecem agora estar tão na moda, serviam para criar “armas mortíferas”  nós já sabíamos. Afinal, elas também podem salvar vidas.

Um grupo de pesquisadores da Universidade do Michigan nos Estados Unidos usou uma impressora 3D para criar uma prótese da traqueia, implantada com sucesso em Kaiba Gionfriddo, um bebê de apenas cinco meses.

Ela sofria de uma doença que impedia o oxigênio de chegar aos pulmões e dificultava igualmente a alimentação. Os médicos trataram então de desenvolver a prótese, com base em exames médicos das vias respiratórias do paciente.

A peça é feita de um material não tóxico que é absorvido pelo corpo humano num período máximo de três anos, o que elimina a necessidade de uma nova cirurgia para retirar a prótese. Até lá, as vias respiratórias do paciente deverão estar já saudáveis e este não precisará mais da peça.

Um ano e três meses depois de implantada, a prótese não apresentou qualquer problema de funcionamento ou rejeição e o caso de sucesso foi registado num artigo na  publicação médica The New England Journal of Medicine. De acordo com o artigo, a prótese é “similar à mangueira de um aspirador de pó” e, embora seja resistente, “permite flexão, extensão e deve expandir-se com o crescimento do bebê”.

Fonte: Engenharia é

Juliana Veroneze, nº 17 – 3º A – G3

Imagem

Annelies Marie Frank

983587_496254330447142_1539442495_n

Annelies Marie Frank, mais conhecida como Anne Frank, foi uma das mais famosas vítimas do Holocausto. Anne nasceu em junho de 1929 e morreu no campo de concentração de Bergen-Belsen provavelmente no início de março de 1945.

A menina ficou muito famosa após seu pai, Otto Frank, publicar o diário em que ela contou todas as suas experiências pré e durante a Segunda Guerra Mundial.

Antes de ser enviada para o campo de concentração, Anne Frank mudou-se de Frankfurt, sua cidade natal, para Amsterdã, Holanda. Lá, a menina iniciou o relato de suas experiências pessoais e sobre a ocupação alemã em terras holandesas.

É interessante notar o amadurecimento de Anne ao longo de seus relatos no diário; de uma criança inocente, em pouco tempo, ela passa a demonstrar um amadurecimento pessoal, possivelmente devido sua dura experiência durante a guerra.

Por dois anos, Anne e sua família permaneceram escondidos em um pequeno apartamento no prédio em que Otto Frank trabalhava. Finalmente em 4 de agosto de 1944, a família Frank, juntamente com outra família judia que também estava escondida no apartamento, foi detida e separada.

Todos os Frank’s (Otto, Edith, Anne e Margot), inicialmente, foram para Auschwitz e, posteriormente, Anne e sua irmã Margot para Bergen-Belsen. Um ano após a chegada no campo de concentração, ambas morreram de febre Tifo algumas semanas antes da libertação pelas tropas britânicas. O único sobrevivente da família foi Otto Frank, que lutou para que o diário de sua filha fosse conhecido pelo mundo todo e sua memória nunca fosse esquecida.

Texto de Talita Lopes Cavalcante
Administração Imagens Históricas

Mais informações:

– Na foto, Anne está com 5 anos de idade e foi tirada em maio de 1935.

– O diário de Anne Frank foi traduzido para o Português e pode ser encontrado em várias livrarias brasileiras.

Imagem: “Anne Frank, 1935”. ©Anne Frank Fonds – Basel/Anne Frank House/Contributor/Getty Images. ID: 3208590.

Fonte: http://www.facebook.com/photo.php?fbid=496254330447142&set=a.281467585259152.65668.281464138592830&type=1&relevant_count=1

Rafael F. Valdo, nº 31 – 3º A – G3

Acabooooou!

Finalmente a greve do transporte urbano de Jundiaí e região foi encerrada. Após três dias de paralisação dos funcionários os ônibus voltarão a circular nesta sexta-feira (24), segundo o acordo parcial firmado hoje.

Após a audiência feita no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas, foi decidido que os funcionários terão 13% de aumento salarial, R$15,00 de vale-refeição e R$1.000,00 de participação nos lucros. O restante das reivindicações serão levadas a julgamento.

Infelizmente esses três dias de greve prejudicou muitas pessoas que dependiam do transporte público. Agora o que esperamos é que resolvam de uma vez, pois pelo menos uma vez por ano tem essa paralisação e parece que nunca resolvem, além de sempre aumentar a passagem e prejudicando mais uma vez o povo.

Fonte: http://www.portaljj.com.br/interna.asp?Int_IDSecao=1&Int_ID=203158

 

Rafael Henrique Bianchi Lopes  N°31  3°B  G2

Tarifas de ônibus, trens e Metrô em SP vão subir para R$ 3,20

Prefeitura e governo divulgaram novo valor nesta quarta-feira (22).
Tarifa atual é de R$ 3 e aumento será de 6,7%.

As tarifas dos ônibus, dos trens e do Metrô irão subir para R$ 3,20 a partir de 2 junho, um domingo. O anúncio do reajuste foi divulgado nesta quarta-feira (22) pela Prefeitura de São Paulo e pelo governo do estado. O aumento será de 6,7%. Atualmente, as tarifas custam R$ 3.

O reajuste anterior da tarifa do Metrô e trens ocorreu em 12 de fevereiro de 2012, quando subiu de R$ 2,90 para R$ 3. A tarifa dos ônibus custa R$ 3 desde janeiro de 2011 e chegaria a R$ 3,40 se fosse feito o reajuste da inflação acumulada no período pelo IPC/Fipe, segundo a Prefeitura.

No início desta semana, o prefeito Fernando Haddad havia afirmado que o reajuste poderia ser abaixo da inflação no período. “Nós vamos fazer um esforço para ser o menor reajuste possível”, disse à época.

O aumento no transporte público, que normalmente ocorre no começo do ano, foi adiado após acordo do prefeito e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para ajudar a conter a alta da inflação.

Alckmin e Haddad têm até 25 maio para enviar à Assembleia Legislativa e à Câmara Municipal, respectivamente, o valor do reajuste. A Prefeitura disse que irá enviar a proposta aos vereadores ainda nesta quarta-feira.

Subsídio
Em 2012, as empresas receberam cerca de R$ 1 bilhão em subsídios. Neste ano, com a estreia do Bilhete Único Mensal, já havia previsão de que a Prefeitura investisse mais R$ 400 milhões no sistema. Segundo nota do governo municipal, a contrapartida para o sistema de ônibus será de cerca de R$ 1,25 bilhão em 2013.

A administração municipal prepara a licitação do sistema: os atuais concessionários, que prestam serviços desde 2003, terão de submeter-se a nova seleção para assumir em julho.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/05/tarifas-de-onibus-irao-subir-para-r-320-em-sp.html

Rafael F. Valdo, nº 31 – 3º A – G3