“Vilarejo francês milionário pede ideias para gastar dinheiro”. E agora… quem poderá nos ajudar?

130430121130_sp_arfons_franca_vilarejo_512x288_prefeituradearfons

Neste período de crise na Europa, em que governos municipais também são obrigados a cortar despesas, um vilarejo francês ficou “milionário” e não sabe mais onde gastar seu orçamento, quintuplicado em apenas três anos graças a um parque eólico instalado em sua área.

O orçamento anual de Arfons – pequeno vilarejo com somente 182 habitantes, situado no sudoeste da França e distante 60 quilômetros de Toulouse – passou de 400 mil euros (cerca de R$ 1,04 milhão) em 2009 para 2,3 milhões de euros (cerca de R$ 6,02 milhões) atualmente, disse o prefeito, Alain Couzinié, à BBC Brasil.

O aumento considerável da receita é decorrente dos impostos pagos pela empresa que administra o parque eólico instalado no vilarejo. Com os novos recursos, o prefeito já renovou o salão de festas da cidade, comprou um ônibus escolar e terrenos para ampliar o cemitério. Também lançou projetos de renovação do sistema de esgoto e de água, que estão em fase avançada.

Para mais informações, veja: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/04/130430_cidade_rica_franca_jp_df.shtml

Rafael Faria Valdo, 31; Juliana Raminelli, 18, 3ºA, G3

Anúncios

Casamento perfeito: expert em festas dá dicas para organizar uma cerimônia inesquecível

Vera Tanger, autora de “O Livro Branco do Casamento”, conta o que está na moda para o “dia D”

AUTORA DE "O LIVRO BRANCO DO CASAMENTO" DÁ DICAS PARA O CASAMENTO PERFEITO (Foto: Reprodução / Pinterest)AUTORA DE “O LIVRO BRANCO DO CASAMENTO” DÁ DICAS PARA O CASAMENTO PERFEITO (FOTO: REPRODUÇÃO / PINTEREST)

A vida agitada de mulher de diplomata rendeu a Vera d’Orey Tanger um vasto conhecimento sobre etiqueta e organização de festas. Depois de escrever um livro sobre protocolos de eventos e ver os dois filhos casando, ela resolveu elaborar um guia completo para organizar cerimônias de casamento. Foi assim que surgiu “O Livro Branco do Casamento”, editado pela LeYa, que contempla todos os detalhes para que o “grande dia” saia perfeito.

Em entrevista à Marie Claire, a autora deu dicas valiosas. “A organização do casamento tem que ser calculada de acordo com a personalidade dos noivos e com o orçamento. Uma boa reunião para os amigos e familiares não requer rios de dinheiro, mas bom gosto”, disse. Sobre o que está ultrapassado, ela foi enfática: “grandes formalidades não estão mais presentes nas festas. Isso não significa algo desorganizado, e sim mais leve, onde os convidados se sentem à vontade”.

A CERIMÔNIA DE CASAMENTO É UM RITUAL ATEMPORAL (Foto: Reprodução / Pinterest)A CERIMÔNIA DE CASAMENTO É UM RITUAL ATEMPORAL (FOTO: REPRODUÇÃO / PINTEREST)

CASAMENTO SEMPRE EM MODA
A ideia de casamento ainda é muito presente na vida de uma mulher. Para Vera, os anseios femininos para encontrar o parceiro ideal continuam fortes. “Todo mundo busca a segurança do casamento e gosta de sacramentar a união, não só morar junto. No fundo, o casamento é o que fortalece a relação”, analisa.

Além disso, o dia do casamento é, em grande parte, o dia da noiva. Elas querem estar deslumbrantes e ser o centro das atenções. O noivo faz parte da festa, mas a mulher é o verdadeiro destaque. As últimas tendências para que elas brilhem mais são vestidos em tons claros, que fogem do branco, como o pérola, o gelo e, até, o rosé. Outra ideia é dar destaque a um acessório, como sapato ou brincos, em uma cor chamativa. Para ser ainda mais charmoso, os botões do paletó do futuro marido podem seguir também essa cartela de cores destacadas.

A DECORAÇÃO NÃO PRECISA RIOS DE DINHEIRO, APENAS DE BOM GOSTO (Foto: Reprodução / Pinterest)A DECORAÇÃO NÃO PRECISA RIOS DE DINHEIRO, APENAS DE BOM GOSTO (FOTO: REPRODUÇÃO / PINTEREST)

Para finalizar, Vera separou cinco dicas que não podem ser esquecidaspara organizar o casamento dos sonhos.

1. Organize a festa do seu jeito. É o dia do seu casamento!
2. É importante que o buffet seja bom. Festa com comida ruim fica na memória dos convidados, mas de forma negativa
3. Escolha a música com cuidado e lembre-se de que tipo de som os convidados gostam de dançar
4. O vestido da noiva precisa ser bonito, apropriado à personalidade e de preço justo, pois só é usado uma vez na vida
5. Controle o orçamento. Faça um plano de acordo com sua reserva de dinheiro e siga passo a passo para não extrapolá-lo e ter dor de cabeça depois

Maéli da Silva Ferreira   n°24  G-2

Aluno de escola federal tem rendimento melhor em universidades

Alunos egressos de escolas públicas federais têm desempenho igual ao dos formados em instituições particulares nos cursos de graduação da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora).

Já os estudantes saídos de escolas públicas estaduais e municipais ficam atrás em termos de rendimento.

É o que revelam dados sobre 14 mil alunos que ingressaram na UFJF entre 2006 –ano de implementação das cotas– e 2011.

Nesse período, os alunos das escolas públicas federais, consideradas de melhor qualidade, ficaram com 25% das vagas destinadas a cotistas, embora representem menos de 2% dos concluintes do ensino médio em Minas Gerais.

Nos cursos de medicina e direito, mais concorridos, os egressos da escolas públicas federais representam cerca de 50% das vagas reservadas para os cotistas.

Outra parte das cotas da UFJF é destinada especificamente a negros egressos de escolas públicas, cujo desempenho na graduação é mais baixo que o dos não cotistas.

Segundo Antonio Beraldo, professor de estatística da UFJF que estuda a política de ação afirmativa, a formação mais fraca nas escolas públicas estaduais e municipais tem se refletido na trajetória do desempenho acadêmico dos cotistas.

“Essa defasagem existe em todas as áreas e é ainda mais evidente nos cursos de exatas”, afirma Beraldo.

O acadêmico escreveu recentemente em coautoria com Eduardo Magrone, pró-reitor de graduação da UFJF, uma avaliação sobre a política de cotas na universidade.

http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2013/04/1269997-aluno-de-escola-federal-leva-vantagem.shtml

Caroline Müller Negrini       N°40     3° B       G2

É possível criar a armadura do Homem de Ferro?

Estreou ontem o filme Homem de Ferro 3. Esse herói da Marvel chama a atenção pela alta tecnologia, o que traz ao filme efeitos muito especiais.  Mas será  que a ficção pode virar realidade? Reuni algumas coisas sobre isso.

Armadura feita em fibra de vidro. Não possui as funções,porém é bem detalhista.

Fã constrói uma armadura do Homem de Ferro

http://www.frangonerd.blog.br/curiosidades/fa-constroi-uma-armadura-do-homem-de-ferro

 

Luva que dispara lasers, feita em casa.

 

Capacete.

 

Esse tema virou vídeocast no Omelete .

(As opiniões dos autores do vídeo, não são necessariamente as do Best Green News)

Vídeocast completo

 

Juliana Raminelli, 18, 3ºA, G3

 

Imagem

Tio Sam

Tio Sam

Você provavelmente já viu a imagem do “Tio Sam”, mas sabe como ela surgiu?

A imagem é considerada um dos símbolos mais famosos do mundo, sendo a personificação dos Estados Unidos da América (EUA). O nome “Tio Sam”, segundo folclore, foi usado primeiramente durante a Guerra anglo-americana de 1812, quando soldados estadunidenses, que estavam no norte de Nova Iorque, se alimentavam de uma carne cujo recipiente era barris com a seguinte inscrição: U.S (United States).

A partir de uma brincadeira com as letras, então, chamaram Samuel Wilson, dono da empresa fornecedora dos alimentos, de “Uncle Sam”, em português, “Tio Sam”. Em 1961, o Congresso americano reconheceu Samuel Wilson como inspirador da figura do Tio Sam.

Com o passar do tempo o apelido tornou-se cada vez mais popular, até que a revista americana Punch o batizou como símbolo estadunidense. Contudo, foi apenas em 1870 que Tio Sam ganhou um rosto; quando o cartunista Tomas Nast realizou o desenho como uma homenagem a Abraham Lincoln (ex-presidente dos Estados Unidos e considerado um herói nacional), que teve os traços de seu rosto como inspiração para o trabalho.

Finalmente, em 1917, James Flagg, a pedido das Forças Armadas dos EUA, alterou o desenho original. Como uma jogada de marketing para o recrutamento de soldados para a Primeira Guerra Mundial, O Tio Sam passou a ter o dedo em riste e foi acrescentada a seguinte frase: “I Want You for U.S. Army” (“Eu Quero Você para o Exército dos EUA”).

A imagem é representada vestindo as cores e elementos da bandeira norte-americana – por exemplo, uma cartola com listras vermelhas e brancas e estrelas brancas num fundo azul.

Talita Lopes Cavalcante
Administração Imagens Históricas

Desenho: James Montgomery Flagg

Fonte:

– Facebook/Imagens Históricas (http://www.facebook.com/photo.php?fbid=484830921589483&set=a.281467585259152.65668.281464138592830&type=1&relevant_count=1&ref=nf)

– “The Most Famous Poster”. American Treasures of the Library of Congress. Library of Congress (http://www.loc.gov/exhibits/treasures/trm015.html).

Rafael F. Valdo, nº 31 – 3º A – G3

Comvest – Taxa de isenção para vestibular Unicamp 2014

unicampA Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) começou a receber no dia 22/04 os pedidos de isenção da taxa de inscrição do Vestibular Unicamp 2014. Os interessados têm até dia 28 de maio para fazer a inscrição no Programa de Isenção da Taxa de Inscrição, por meio do preenchimento de formulário específico disponível exclusivamente na página da Comvest.

Quem pode pedir a isenção?
Candidatos carentes (Modalidade 1);
Candidatos funcionários da Unicamp/Funcamp (Modalidade2) ;
Candidatos aos cursos noturnos de Licenciatura (Ciências Biológicas, Física, Letras, Licenciatura Integrada Química/Física, Matemática e Pedagogia)  (Modalidade3).

O que é preciso?
Para ter direito à isenção o candidato deve preencher alguns requisitos como ter cursado da 5ª a 8ª série ou 6º ao 9º ano do ensino fundamental (antigo 1º grau) e ter cursado o ensino médio (antigo 2º grau) integralmente em instituições da rede pública de educação; estar integrado a domicilio com renda líquida máxima correspondente a R$ 700,00 mensais por morador; já ter concluído ou estar concluindo este ano o ensino médio e ser residente e domiciliado no Estado de São Paulo. No caso dos candidatos às Licenciaturas noturnas (Ciências Biológicas, Física, Letras, Licenciatura Integrada Química/Física, Matemática e Pedagogia) não será necessária a comprovação de renda.

Quantas isenções a Unicamp concede?
São selecionados, no máximo, 6.640 candidatos na Modalidade 1 e 100 candidatos na Modalidade 2. A Unicamp disponibilizará um número ilimitado de isenções na Modalidade 3 aos candidatos que cumpram os requisitos.

Em que data e como devo pedir a isenção?
A Unicamp abre as inscrições para o pedido de isenção geralmente no mês de maio de cada ano. Por isso, os candidatos devem ficar atentos às informações disponíveis nesta página. As inscrições são realizadas pela internet, através do preenchimento do Formulário de Inscrição disponível nesta página. Após o preenchimento, os candidatos precisam enviar a documentação à Comvest pelo correio.

Quem recebe a isenção está inscrito automaticamente no Vestibular Unicamp?
Não. Os candidatos beneficiados com a isenção só não precisam pagar a taxa de inscrição, mas precisam preencher o formulário de inscrição (para isentos) disponível na página da Comvest para efetivar a inscrição no Vestibular Unicamp. Aqueles que não se inscreverem para o Vestibular através do formulário eletrônico não são considerados candidatos, ainda que tenham sido contemplados com a isenção.

Para mais informações, acesse: Comvest

Juliana Veroneze, nº 17 – 3º A – G3

Alunos fazem passeata

Estudantes do Ensino Médio fizeram uma passeata  terça-feira (23/04/2013)  e encerraram a manifestação com um ato na Câmara de Jundiaí. Cerca de 160 deles lotaram o plenário e foram recebidos pelos vereadores. Os alunos reivindicam uma universidade pública na cidade, uma promessa de campanha de Pedero Bigardi (PCdoB). A manifestação foi organizada pela UPES (União Paulista dos Estudantes Secundaristas). A passeata dessa terça-feira começou na avenida 9 de Julho e subiu ao Centro. Além de Gerson Sartori (PT), presidente da casa, também participaram  do encontro José Dias (PDYT), Rafael Purgato (PCdoB), Rafael Antonucci (PSDB), Rogério Ricardo da Silva (PHS), Marcelo Gastaldo (PTB), Márcio Petencostes (PR) e Gustavo Martinelli (PSDB).

Bigardi fica com ciúmes
Logo depois, chegou o prefeito Pedro Bigardi, juntamente com o secretário de Saúde, Cláudio Miranda. “Estou com ciúme. Vocês não foram ao Paço”, brincou. Bigardi apoiou as propostas dos estudantes e disse que contatos estão sendo feitos no sentido de conseguir uma universidade pública para Jundiaí.

 

fonte: http://www.diariosp.com.br/blog/detalhe/19421/Alunos+fazem+passeata

Allana nª04 G2 3ºB