EUA vs Coreia do Norte (é muita treta, Vish!)

Imagem

Quem já não esta sabendo da briga, vulgo treta entre os EUA e a Coreia do Norte?

Segundo algumas pesquisas feitas, essa “treta” teria começado quando os Estados Unidos  ultrapassou o território norte-coreano, sendo avisado de que se fizesse tal ato novamente haveria possíveis confrontos (agora, tente buscar relações com estudos feitos na matéria de história), porque essa briga não vem de agora…A algum tempo já houveram confrontos, mas com o passar dos anos isso se “esfriou”.

Mas agora temos novas informações sobre este evento. A Coreia do Norte possuí duas alianças, uma com a China e a outra com a temida Rússia, uma grande fabricante de armas nucleares com uma tecnologia altamente avançada! Ou seja, os Estados Unidos esta realmente preocupado. Mas, a grande potência mundial também tem um aliado ao seu lado, a Coreia do Sul.

Em meio as discussões, a Coreia do Norte se prepara para atacar o continente americano e sul-coreano,entre os territórios do Havaí e Guam (portanto, já estão citados os locais onde não seriam bons para se passar o final de semana), sendo assim, temos uma possível guerra nuclear ou se preferirem, um possível inicio da 3º Guerra Mundial.

Dentre algumas informações preocupantes, vamos rir um pouco?
Uma foto em que estão alguns armamentos da Coreia do Norte, e que foi publicada para amedrontar seus adversários, foram descobertas manipulações “photoshoperas”, veja a seguir:

Imagem

(encontre o erro, e deixe a resposta nos comentários!).

Italo Paula, nº 15, G6, 3ºA.

Anúncios

Diferenças entre remédios de marca, similares e genéricos

O mercado farmacêutico do país conta desde o dia 3 de fevereiro com três categorias de medicamentos: os remédios de marca, os genéricos e os similares. Para que o consumidor distingua entre os três tipos de produto,o Ministério da Saúde, por ocasião da regulamentação da Lei dos Genéricos, instituiu um diferencial gráfico que pode ser facilmente identificado nas embalagens dos remédios genéricos. 

Esses medicamentos trazem na embalagem, logo abaixo do nome do princípio ativo que identifica o produto,
a frase “medicamento genérico – Lei 9.787/99”.

Os remédios similares que até o dia 23 de janeiro eram comercializados somente pelo nome do princípio ativo estão obrigados a partir daquela data a adotar uma marca comercial ou agregar à denominação do princípio ativo o nome do laboratório fabricante. Exemplo: “XYZdipirona”. As embalagens dos similares não têm nem terão a frase “medicamento genérico – Lei 9.787/99”. Portanto, para diferenciar um genérico de um similar basta conferir na embalagem a presença da frase. Se não tiver, não é genérico.

A terceira categoria é a dos medicamentos de marca, remédios já estabelecidos e há bastante tempo no mercado. Ex: Aspirina. Esses produtos também estão mudando de embalagem. O nome do princípio ativo, que até o dia 23 de janeiro tinha um tamanho correspondente a 20% do nome de marca, agora terá que ser aumentado para 50%. A modificação busca dar maior visibilidade ao nome do princípio ativo também nos medicamentos de marca. Assim como os similares, os remédios de marca não terão a frase “medicamento genérico – Lei 9.787/99”, que identifica só os genéricos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prevê que a renovação das embalagens no comércio se complete em quatro meses. Mesmo assim, já a partir de agora, os medicamentos genéricos aprovados como tal pelo Ministério da Saúde serão os únicos a contar com a frase “medicamento genérico – Lei 9.787/99”, que os diferencia dos demais produtos.

O que são:

Medicamento de marca ou referência: É o produto inovador, cuja eficácia, segurança e qualidade foram comprovadas cientificamente por ocasião do registro. É geralmente o primeiro remédio que surgiu para curar determinada doença e sua marca é bem conhecida. Ex: Aspirina.

Medicamento genérico: É um remédio intercambiável com o produto de marca ou inovador. Isto é, pode ser trocado por este pois têm rigorosamente as mesmas características e efeitos sobre o organismo do paciente. A garantia é dada pelo Ministério da Saúde que exige testes de bioequivalência farmacêutica para aprovar os genéricos. Testes de bioequivalência servem para comprovar se dois produtos de idêntica forma farmacêutica, contendo idêntica composição, qualitativa e quantitativa, de princípio ativo, são absorvidos em igual quantidade e na mesma velocidade pelo organismo de quem os toma. Os genéricos podem ser trocados pelos medicamentos de marca quando o médico são se opuser à substituição.

Medicamento similar: Contém o mesmo princípio ativo, apresenta a mesma concentração, forma farmacêutica, via de administração, posologia e indicação terapêutica do medicamento de referência, mas não são bioequivalentes. Sendo assim, não podem substituir os remédios de marca na receita pois, apesar de terem qualidade assegurada pelo Ministério da Saúde, não passaram por análises capazes de atestar se seus efeitos no paciente são exatamente iguais aos dos medicamentos de referência nos quesitos quantidade absorvida e velocidade de absorção.

Carolina Barbosa nº05 3ºA G5

Curiosidade: Coincidências entre Lincoln & Kennedy.

Abraham Lincoln foi eleito para o Congresso em 1846.
John F. Kennedy foi eleito para o Congresso em 1946.

Abraham Lincoln foi eleito presidente em 1860.
John F. Kennedy foi eleito presidente em 1960.

Eles eram comprometidos na defesa dos direitos civis.

Suas esposas perderam filhos enquanto viviam na Casa Branca.

Foram baleados numa sexta-feira.

A secretária de Lincoln chamava-se Kennedy.
A secretária de Kennedy chamava-se Lincoln.

Foram assassinados por sulistas. Sucedidos por sulistas. Seus sucessores chamavam-se Johnson.

Andrew Johnson, que sucedeu a Lincoln, nasceu em 1808.
Lyndon Johnson, que sucedeu a Kennedy, nasceu em 1908.

John Wilkes Booth, que assassinou Lincoln, nasceu em 1839. Lee Harvey Oswald, que assassinou Kennedy, nasceu em 1939.

Booth saiu correndo de um teatro e foi apanhado num depósito. Oswald saiu correndo de um depósito e foi apanhado num teatro.

Booth e Oswald foram assassinados antes de seu julgamento.

Uma semana antes de Lincoln ser morto ele estava em Monroe, Maryland. Uma semana antes de Kennedy ser morto ele estava em Monroe, Marilyn.

Lincoln foi morto na sala Ford, do teatro Kennedy…
Kennedy foi morto num carro Ford, modelo Lincoln…

Por Corine Armagne Rosenberger, G6, 3ºB.

Neuróbica, exercícios para turbinar o cérebro

A Neuróbica consiste em nada mais que, exercícios para a mente. A Neuróbica também é conhecida como Neurofitness.

A neurociência estuda essa prática e aconselha a Neuróbica, para ajudar na concentração, na memória e a manter o cérebro “jovem”. Outro benefício é para doenças de memória, tal como amnésia, menos problemas de saúde cerebral, demência e doenças cognitivas, como Alzheimer.

Como funciona a neuróbica?
A neuróbica consiste na inversão da ordem de alguns movimentos comuns em nosso dia a dia, alterando nossa forma de percepção, sem, contudo, ter que modificar nossa rotina. Com essa inversão e modificação da rotina, forçamos o nosso cérebro a prestar mais atenção no que estamos fazendo e assim estamos exercitando a mente. A rotina é uma “vilã” para o cérebro, então modificando pequenas coisas do nosso dia-dia, como mudar o caminho de ir ao trabalho, usar o lado menos habilidoso para escovar os dentes, entre outras coisas, nos tiram da comodidade e força a mente.

Para exercitar todo esse conhecimento, aqui vão 21 dicas para treinar a mente:

21 dicas para você montar seu treino 
O desafio da neuróbica é fazer tudo aquilo que contraria ações automáticas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional, por isso: 

1-Use o relógio de pulso no braço direito;

2-Ande pela casa de trás para frente;

3-Vista-se de olhos fechados; 

4-Estimule o paladar, coma comidas diferentes; 

5-Leia ou veja fotos de cabeça para baixo concentrando-se em pormenores nos quais nunca tinha reparado; 

6-Veja as horas num espelho; 

7-Troque o mouse do computador de lado;

8-Escreva ou escove os dentes utilizando a mão esquerda – ou a direita, se for canhoto;

9-Quando for trabalhar, utilize um percurso diferente do habitual; 

10-Introduza pequenas mudanças nos seus hábitos cotidianos, transformando-os em desafios para o seu cérebro; 

11-Folheie uma revista e procure uma fotografia que lhe chame a atenção. Agora pense 25 adjetivos que ache que a descrevem a imagem ou o tema fotografado; 

12-Quando for a um restaurante, tente identificar os ingredientes que compõem o prato que escolheu e concentre-se nos sabores mais subtis. No final, tire a prova dos nove junto ao garçom ou chef; 

neuróbica

13-Ao entrar numa sala onde esteja muita gente, tente determinar quantas pessoas estão do lado esquerdo e do lado direito. Identifique os objetos que decoram a sala, feche os olhos e enumere-os; 

14-Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras; 

15-Experimente jogar qualquer jogo ou praticar qualquer atividade que nunca tenha tentado antes. 

16-Compre um quebra cabeças e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu; 

17-Experimente memorizar aquilo que precisa comprar no supermercado, em vez de elaborar uma lista. Utilize técnicas de memorização ou separe mentalmente o tipo de produtos que precisa. Desde que funcionem, todos os métodos são válidos; 

18-Recorrendo a um dicionário, aprenda uma palavra nova todos os dias e tente introduzi-la (adequadamente!) nas conversas que tiver; 

19-Ouça as notícias na rádio ou na televisão quando acordar. Durante o dia escreva os pontos principais de que se lembrar; 

20-Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra; 

21-A proposta é mudar o comportamento rotineiro. Tente, faça alguma atividade diferente com seu outro lado do corpo e estimule o seu cérebro. Se você é destro, que tal escrever com a outra mão? 

http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/11342-21-exercicios-de-neurobica-que-deixam-o-cerebro-afiado

Raquel Rosa – G6 – 3ºB

Prefeitura do Rio decide interditar Engenhão por falhas na cobertura.

Após ter acesso a relatórios recentes das construtoras responsáveis pelo projeto, que apontam problemas na estrutura da cobertura do Engenhão, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, decidiu interditar o estádio imediatamente e convocou os presidentes dos quatro grandes clubes do estado, de acordo com a sua assessoria de imprensa, para uma reunião às 18h desta terça, no gabinete da Prefeitura, no bairro da Cidade Nova, para informar sua decisão e discutir as futuras possibilidades.

O GLOBOESPORTE.COM acompanhará em tempo real todos os detalhes deste encontro, que pode mexer com o calendário do futebol carioca. Haverá uma coletiva posteriormente para explicar as razões da ação.

O fechamento causará impacto já na terceira rodada da Taça Rio, com início nesta quarta-feira, quando o Fluminense enfrenta o Macaé às 19h30m. Nos contatos por telefone, feitos por volta das 15h30m, Paes avisou que a interdição aconteceria por tempo indeterminado e que, provavelmente, este jogo seria adiado. Diante do curtíssimo espaço, o Tricolor acredita que é possível transferi-lo para São Januário, que, então, também receberia, eventualmente, os confrontos válidos pela Taça Libertadores. O presidente Peter Siemsen estará no local.

O diretor executivo do Flu, Rodrigo Caetano, diz que prefere aguardar a informação oficial.

– Vamos aguardar a manifestação oficial do prefeito. Nem a Federação (do Rio) sabe direito o que aconteceu, fomos pegos de surpresa. Tem de ver o que será feito, porque o estatuto do torcedor não permite uma mudança desse jeito. Existem ingressos que foram impressos, um planejamento que foi feito – afirmou Caetano, sobre o compromisso marcado de seu time.

Concessionário do estádio, o Botafogo também admite a convocação, mas garante que “desconhece totalmente” a interdição. O presidente Mauricio Assumpção e o diretor Sergio Landau estarão presentes. Já o Flamengo terá seu mandatário, Eduardo Bandeira de Mello. A diretoria do Vasco, através de Roberto Dinamite, também confirmou que vai ao encontro. O Cruz-maltino, aliás, é o único dos quatro que só vai ao Engenhão para disputar clássicos.

Em virtude do fechamento do Maracanã para a reforma para a Copa das Confederações (no próximo mês de junho) e Copa do Mundo (entre junho e julho de 2014), trata-se da principal arena da cidade desde 2010 e que foi utilizada 90 jogos oficiais em 2012, por exemplo.

O projeto do estádio foi elaborado pelos arquitetos Carlos Porto, Gilson Santos, Geraldo Lopes e José Raymundo Ferreira Gomes. O consórcio foi vencido pelo Consórcio Odebrecht-OAS, sob fiscalização da Riourbe, da Secretaria de Obras do Município. O período de garantia dado pelas empreiteiras expirou no ano passado.

Histórico do estádio indica problemas

Construído entre 2004 e 2007, ao custo de R$ 380 milhões, para os Jogos Pan-Americanos de 2007, o estádio foi alugado ao Glorioso por 20 anos pelo governo César Maia. Em 2010, no entanto, já havia relatórios indicando problemas estruturais em sua origem, que foram confirmados pelo presidente Mauricio Assumpção em ofício com 30 itens, segundo publicação de 25 de março do jornal O Globo. O clube dizia que estava em dia com a manutenção.

O texto citava falhas de projeto e infiltrações, que atingiam as casas de máquinas dos elevadores, “expondo equipamentos delicados ao risco de curto circuito”, e “nas juntas de dilatação que sustentam as estruturas”. O assessor da presidência do Crea-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Rio de Janeiro), Abílio Borges, que também é presidente do Conselho Deliberativo do Vasco, informou que constatou “problemas pontuais de corrosão na estrutura”. Até houve reunião, mas nenhuma obra de magnitude foi realizada.

Ainda em 2007, antes dos Jogos Parapan-Americanos, porém, dois muros desabaram na área interna do estádio, sem feridos. A explicação era que a estrutura era da época da RFF (Rede Ferroviária Federal) e seria substituída, o que acabou acontecendo meses depois.

De lá para cá, ocorreram diversos apagões durante jogos de futebol, que marcaram negativamente o estádio. Apesar disso tudo, jamais houve um incidente de qualquer tipo.

– Vou olhar com muito carinho os problemas do Engenhão, mas quero esclarecer que não é uma situação de pânico. A situação é perfeitamente administrável – disse Paes, em 2010.Imagem

Link :http://globoesporte.globo.com/rj/futebol/campeonato-carioca/noticia/2013/03/prefeito-marca-reuniao-com-clubes-do-rio-por-interdicao-do-engenhao.html

Nome:Gabriel Celandroni Ponzio N°12 3°A G5